O que não colocar no seu currículo

Publicado 4 semanas atrás por
O que não colocar no currículo

O mais comum é que os candidatos esqueçam de colocar informações super relevantes em seus currículos como informações de contato ou formação, mas, o oposto também acontece com frequência. Alguns candidatos colocam informações em seu currículo que não são relevantes e com isso acabam desfocando a atenção do leitor.

Currículo deve ser sucinto e conter apenas as informações mais relevantes sobre você, ou seja, não inclua nada que não seja relevante para o recrutador te convidar para uma entrevista. A função do currículo é contar rapidamente suas experiências para que a empresa possa te convidar para uma entrevista pessoal onde irá aprofundar em detalhes do seu currículo.

Currículo devem ser curtos e no geral possuir 1, no máximo 2 páginas (se você tiver vários anos de experiência). Se você está com problemas para criar um currículo enxuto nós montamos abaixo do que não deve estar no seu currículo:

 

FOTOS

Se você não está se candidatando para uma vaga que faz exigências físicas ou estéticas não é necessário colocar fotos no currículo. Se for uma exigência do recrutador, opte por uma fotografia séria, preferencialmente com fundo branco, trajando roupa apropriada e apenas de rosto. Evite utilizar fotos de festas ou de situações informais.

 

CARACTERÍSTICAS PESSOAIS

Assim como a foto, características pessoais devem ser omitidas na enorme maioria dos casos. Não inclua nenhuma descrição como altura, peso, cor e qualquer outro atributo. No geral isso não possui valor para o recrutador e servirá apenas para poluir o seu currículo com informações desnecessárias.

 

NÚMEROS DE DOCUMENTOS

Antigamente era muito comum que os candidatos incluíssem CPF, RG, número da carteira de trabalho e várias outras informações no CV, mas felizmente essa prática tem desaparecido do mercado. Primeiro por que esse tipo de informação não deveria estar disponível para qualquer pessoa, segundo por que não é necessário que o recrutador saiba essas informações na etapa de avaliação de currículos. Apenas caso o candidato venha a ser selecionado pela empresa ele deverá fornecer esse tipo de informação.

 

INFORMAÇÕES PESSOAIS

Não é necessário colocar qualquer tipo de informação pessoal no seu currículo, seja ela sua idade, raça, cor, religião, orientação sexual, opção política, nome de cônjuges ou filhos ou hobbies.

 

EMAIL INAPROPRIADO

Evite utilizar e-mails infantilizados ou que incluam termos/expressões informais. Opte por um e-mail simples como “primeironome.segundonome@gmail.com”.

 

REDES SOCIAIS

O candidato não deve incluir redes sociais com caráter que não profissional. Redes sociais para compartilhamento de fotos e informações pessoais são irrelevantes para a empresa e podem inclusive prejudicar o candidato dependendo do conteúdo publicado.  Mas, vale lembrar que algumas “redes sociais” são bastante importantes dependendo da profissão. Para designers e profissionais de UX é bastante importante um portfólio com os trabalhos anteriores (pode ser um site pessoal ou hospedado em alguma rede social específica), para programadores a plataforma GitHub costuma ser interessante e para profissionais em geral o LinkedIn é uma excelente opção.

Evite colocar seu perfil do Facebook, Instagram, Pinterest, Twitter a não ser que seja de fato relevante para a oportunidade.

TÍTULO

Não é necessário escrever “Currículo”, “Curriculum Vitae”ou “CV” no topo do seu currículo. O recrutar com certeza vai saber reconhecer que se trata do currículo de um candidato.

 

PRETENSÃO SALARIAL

Currículo não é o “local” para se discutir pretensões salariais. Não inclua essa informação no seu currículo e opte por discutir o assunto durante alguma das etapas da entrevista.

 

SALÁRIOS ANTERIORES

Também não é necessário explicitar suas remunerações anteriores no currículo. Talvez esse assunto venha a surgir em alguma das entrevistas e nesse caso aborde o assunto, caso contrário evite de incluir.

 

PONTOS NEGATIVOS OU RESTRIÇÕES

O currículo é um documento que serve para te apresentar para a empresa. Evite citar pontos negativos, suas limitações para a vaga ou qualquer ponto que te desfavoreça na disputa pela oportunidade. Mas atenção! Isso não quer dizer que você deve mentir ou ser falso. Mas, em um documento que deve ter no máximo 2 páginas você deve utilizar o pouco espaço que tem disponível para destacar seu diferenciais e não seus pontos a melhorar.

 

LISTA DE REFERÊNCIAS

Essa prática é bastante comum nos Estados Unidos, mas no Brasil ainda é pouco utilizada. Por lá é comum as empresas ligarem para ex-chefes e companheiros de trabalho do candidato para entender se existe algum ponto negativo a respeito do funcionário ou alguma alguma ressalva a respeito da contratação. No Brasil a prática não é comum e nas poucas vezes em que acontece o recrutador irá solicitar explicitamente essa informação quee geralmente pode ser fornecida por e-mail.

 

ANEXOS

Nunca coloque arquivos anexados ao seu currículo, mais uma vez vale ressaltar, currículos com 1 página são o melhor formato possível para os recrutadores. Alguns candidatos costumam enviar documentos escaneados em anexo, ficha de antecedentes criminais, histórico escolar e outras informações que nesse momento são irrelevantes para o recrutador.

Compartilhar:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Quer deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TuaCarreira.com.br